ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

28 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB‏

Leituras Relacionadas ao dia 24/09/2010 - CNBB
Verde. 6ª-feira da 25ª Semana Tempo Comum
1ª Leitura - Ecl 3,1-11
Há um momento oportuno
para tudo que acontece debaixo do céu.
Leitura do Livro do Eclesiastes 3,1-11
1Tudo tem seu tempo.
Há um momento oportuno
para tudo que acontece debaixo do céu.
2Tempo de nascer e tempo de morrer;
Tempo de plantar e tempo de colher a planta.
3Tempo de matar e tempo de salvar;
tempo de destruir e tempo de construir.
4Tempo de chorar e tempo de rir;
tempo de lamentar e tempo de dançar.
5Tempo de atirar pedras e tempo de as amontoar;
tempo de abraçar e tempo de se separar.
6Tempo de buscar e tempo de perder;
tempo de guardar e tempo de esbanjar.
7Tempo de rasgar e tempo de costurar;
tempo de calar e tempo de falar.
8Tempo de amar e tempo de odiar;
tempo de guerra e tempo de paz.
9Que proveito tira o trabalhador de seu esforço?
10Observei a tarefa que Deus impôs aos homens,
para que nela se ocupassem.
11As coisas que ele fez são todas boas no tempo oportuno.
Além disso, ele dispôs que fossem permanentes;
no entanto o homem jamais chega a conhecer
o princípio e o fim da ação que Deus realiza.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 143,1a.2abc. 3-4 (R. 1a)
R. Bendito seja o Senhor, meu rochedo!
1aBendito seja o Senhor, meu rochedo.
22aEle é meu amor, meu refúgio, *
2blibertador, fortaleza e abrigo;
2cÉ meu escudo: é nele que espero, *R.
3Que é o homem, Senhor, para vós? +
Por que dele cuidais tanto assim, *
e no filho do homem pensais?
4Como o sopro de vento é o homem, *
os seus dias são sombra que passa.R.
Evangelho - Lc 9,18-22
Tu és o Cristo de Deus.
O Filho do Homem deve sofrer muito.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,18-22
Aconteceu que,
18Jesus estava rezando num lugar retirado,
e os discípulos estavam com ele.
Então Jesus perguntou-lhes:
"Quem diz o povo que eu sou?"
19Eles responderam: "Uns dizem que és João Batista;
outros, que és Elias; mas outros acham
que és algum dos antigos profetas que ressuscitou."
20Mas Jesus perguntou: "E vós, quem dizeis que eu sou?"
Pedro respondeu: "O Cristo de Deus."
21Mas Jesus proibiu-lhes severamente
que contassem isso a alguém.
22E acrescentou: "O Filho do Homem deve sofrer muito,
ser rejeitado pelos anciãos,
pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei,
deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia."
Palavra da Salvação.
Reflexão - Lc 9, 18-22
Jesus não é simplesmente um personagem histórico ou um mero objeto da
razão humana, é uma pessoa viva, e uma pessoa só pode ser
verdadeiramente conhecida através do encontro e do relacionamento. Só
conhece verdadeiramente Jesus quem realiza na sua própria vida a
experiência do Ressuscitado presente e atuante na sua história pessoal
e comunitária, quem descobre que Cristo não é o sobrenome de Jesus,
mas quem ele é verdadeiramente: o Messias, o Ungido de Deus, a segunda
Pessoa da Santíssima Trindade, o Deus Encarnado, o Redentor de toda a
humanidade. Mas é preciso que a descoberta de tudo isso seja de forma
existencial, de modo que essas verdades não sejam um conjunto de
palavras teóricas e vazias, mas manifestam o que Jesus significa nas
nossas vidas.

22 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 22/09/2010 - CNBB
Verde. 4ª-feira da 25ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - Pr 30,5-9
Não me dês pobreza nem riqueza,
mas concede-me o pão que me é necessário.
Leitura do Livro dos Provérbios 30,5-9
5A Palavra de Deus é comprovada.
Ele é um escudo para os que nele se abrigam.
6Não acrescentes nada às suas palavras,
para que ele não te repreenda e passes por mentiroso!
7Duas coisas eu te pedi;
não mas recuses, antes de eu morrer:
8afasta de mim a falsidade e a mentira,
não me dês pobreza nem riqueza,
mas concede-me o pão que me é necessário.
9Não aconteça que, saciado, eu te renegue
e diga: "Quem é o Senhor?"
Ou que, empobrecido, eu me ponha a roubar
e profane o nome de meu Deus.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 118 (119),29. 72. 89. 101. 104. 163 (R. 105a)
R. Vossa palavra é uma luz para os meus passos!
29Afastai-me do caminho da mentira *
e dai-me a vossa lei como um presente!R.

72A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.R.

89É eterna, ó Senhor, vossa palavra, *
ela é tão firme e estável como o céu.R.

101De todo mau caminho afasto os passos, *
para que eu siga fielmente as vossas ordens.R.

104De vossa lei eu recebi inteligência, *
por isso odeio os caminhos da mentira.R.

163Eu odeio e detesto a falsidade, *
porém amo vossas leis e mandamentos!

Evangelho - Lc 9,1-6
Enviou-os a proclamar o Reino de Deus
e a curar os enfermos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 9,1-6
Naquele tempo:
1Jesus convocou os Doze,
deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios
e para curar doenças,
2enviou-os a proclamar o Reino de Deus
e a curar os enfermos.
3E disse-lhes: "Não leveis nada para o caminho:
nem cajado, nem sacola, nem pão,
nem dinheiro, nem mesmo duas túnicas.
4Em qualquer casa onde entrardes, ficai aí;
e daí é que partireis de novo.
5Todos aqueles que não vos acolherem,
ao sairdes daquela cidade,
sacudi a poeira dos vossos pés, como protesto contra eles."
6Os discípulos partiram e percorriam os povoados,
anunciando a Boa Nova e fazendo curas em todos os lugares.
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 9, 1-6
O Evangelho de hoje é uma espécie de "Manual do Evangelizador". Ele
nos mostra que o evangelizador não age em nome próprio, pois ele não
evengeliza por que quer, mas porque é enviado por Deus. Os poderes que
tem para evangelizar não são próprios, são recebidos para serem usados
em uma finalidade própria. Os bens materiais não podem ser um
empecilho para o trabalho, nem podem ofuscar a força do anúncio e do
testemunho. A inserção e a participação na vida das pessoas e das
famílias é fundamental. Mas o mais importante são os dois objetivos
que caracterizam o profetismo: a luta contra toda espécie de mal, que
se manifesta na ordem da cura, e a proclamação da presença do Reino de
Deus na vida de todas as pessoas.

21 de setembro de 2010

Mês da Bíblia

"Tua palavra é lâmpada para os meus pés, e luz para o meu caminho." (Salmo 119, 105)
Somos cristãos, sal e luz para o mundo!

20 de setembro de 2010

Teologia do Sacerdócio

Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois Vós entre
as mulheres, bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus.

From: Maria Enilda Montefusco Portela
To: Charlie Leitão

Quando se pensa compreende-se…
Quando se pensa que nem a Santíssima Virgem pode fazer o que um sacerdote faz;
Quando se pensa que nem os anjos, nem os arcanjos, nem Miguel nem
Rafael, nem príncipe algum daqueles que venceram lúcifer podem fazer o
que um sacerdote faz;
Quando se pensa que nosso Senhor Jesus Cristo, na ultima Ceia,
realizou um milagre maior do que a criação do Universo com todos os
seus esplendores, e transformou o pão e o vinho em seu Corpo e seu
Sangue, para alimentar o pecador, e que este prodígio, diante do qual
se ajoelham os anjos e os homens, o sacerdote pode repeti-lo todos os
dias;
Quando se pensa no outro milagre que somente um sacerdote pode
realizar: perdoar os pecados, e que o que ele liga no fundo do seu
humilde confessionário, DEUS, obrigado por sua própria palavra, o liga
no Céu, e o que ele desliga, no mesmo instante o desliga DEUS;
Quando se pensa que o mundo morreria da pior fome se chegasse a lhe
faltar esse pouquinho de "Pão" e esse pouquinho de "Vinho";
Quando se pensa que isso possa acontecer, porque estão faltando as
vocações sacerdotais; e que quando isso acontecer se estremecerão os
céus e se romperá a Terra, como se a mão de DEUS, tivesse deixado de
sustentá-la; e as pessoas gritarão de fome e de angustia, e pedirão
esse "Pão", e não haverá quem lhes dê; e pedirão a absolvição de suas
culpas, e não haverá quem os absolva, e morrerão com os olhos abertos
pelo maior dos espantos…
Quando se pensa que um sacerdote é mais necessário que um presidente,
mais que um militar, mais do que um banqueiro, mais do que um médico,
mais que um professor, porque ele pode substituir a todos e ninguém
pode substituí-lo;
Quando se pensa que um sacerdote, quando celebra no altar tem uma
dignidade maior que de um rei; e que não é um símbolo, sem sequer um
embaixador de CRISTO, mas é CRISTO mesmo que está ali, repetindo o
maior milagre de DEUS…
Quando se pensa tudo isso…
Compreende-se a imensa necessidade de fomentar as vocações sacerdotais;
Compreende-se o afã com que, nos tempos antigos, cada família ansiava
que do seu seio brotasse, como um ramo de perfume, uma vocação
sacerdotal;
Compreende-se o imenso respeito que os povos tinham pelos sacerdotes,
o que se refletia em suas leis;
Compreende-se que, se um pai ou uma mãe obstruem a vocação sacerdotal
de um filho, é como se renunciassem a um título de honra incomparável;
Compreende-se que mais do que uma igreja, mais que uma escola e mais
do que um hospital, é um seminário ou um noviciado;
Compreende-se que ajudar a construir ou manter um seminário ou um
noviciado é multiplicar os nascimentos do Redentor;
Compreende-se que ajudar a custear os estudos de um jovem seminarista
ou de um noviço é aplainar o caminho por onde chegará ao altar um
homem que, durante um hora, todos os dias, será muito mais que todas
as celebridades da Terra e que todos os santos do Céu, pois será
CRISTO mesmo, sacrificando o Seu Corpo e o Seu Sangue, para alimentar
o Mundo.
Se pararmos realmente para pensar compreenderemos, o verdadeiro valor
de nossos sacerdote e seminaristas, e que grande tesouro trazem
consigo, sua vocação . Rezemos pelos Sacerdotes.
( copiei este texto do encarte de "Bons Samaritanos- RS)
Por Lourenço José Alves da Costa
Diocese de São José dos Campos – SP

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 20/09/2010 - CNBB
Verde. 2ª-feira da 25ª Semana Tempo Comum
Ss. André Kim Taegon Presb, Paulo Chong Hasang e Comps. Mts, memória
1ª Leitura - Pr 3,27-34
O Senhor detesta o perverso.
Leitura do Livro dos Provérbios 3,27-34
Meu filho:
27Não recuses um favor a quem dele necessita,
se tu podes fazê-lo.
28Não digas ao próximo: "Vai embora,
volta amanhã, então te darei",
quando podes dar logo!
29Não trames o mal contra o próximo,
quando ele vive contigo cheio de confiança.
30Não abras processo contra alguém sem motivo,
se não te fez mal algum!
31Não invejes o homem violento,
e não escolhas nenhum de seus caminhos,
32porque o Senhor detesta o perverso,
mas reserva sua amizade aos íntegros.
33O Senhor amaldiçoa a casa do ímpio,
mas abençoa a morada dos justos.
34Ele zomba dos zombadores,
mas concede o seu favor aos humildes.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 14 (15),2-3ab. 3cd-4ab (R. 1b)
R. O justo habitará no monte santo do Senhor.
2Aquele que caminha sem pecado
e pratica a justiça fielmente;
3aque pensa a verdade no seu íntimo *
3be não solta em calúnias sua língua.R.

3cQue em nada prejudica o seu irmão,
3dnem cobre de insultos seu vizinho;
4aque não dá valor algum ao homem ímpio,*
4bmas honra os que respeitam o Senhor.R.

5não empresta o seu dinheiro com usura,
nem se deixa subornar contra o inocente.*
Jamais vacilará quem vive assim!R.

Evangelho - Lc 8,16-18
Coloca a lâmpada no candeeiro,
a fim de que todos os que entram, vejam a luz.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8,16-18
Naquele tempo, disse Jesus à multidão:
16Ninguém acende uma lâmpada
para cobri-la com uma vasilha
ou colocá-la debaixo da cama;
ao contrário, coloca-a no candeeiro,
a fim de que todos os que entram, vejam a luz.
17Com efeito, tudo o que está escondido
deverá tornar-se manifesto;
e tudo o que está em segredo deverá tornar-se conhecido
e claramente manifesto.
18Portanto, prestai atenção à maneira como vós ouvis!
Pois a quem tem alguma coisa, será dado ainda mais;
e àquele que não tem,
será tirado até mesmo o que ele pensa ter."
Palavra do Senhor.


Reflexão - Lc 8, 16-18
O conhecimento da Palavra de Deus é muito importante, mas não é
suficiente para que uma pessoa se torne verdadeiramente cristã. O
importante é assumir os valores que estão presentes nela, de modo que
a Palavra de Deus se torne vida das pessoas, e assim elas testemunhem
esses valores para todos e manifestem o amor de Deus para com seus
filhos e filhas. Jesus nos faz uma grave advertência no Evangelho de
hoje: "Portanto, prestai atenção à maneira como vós ouvis!" Existem
doutores na Palavra de Deus, mas que fazem da Palavra de Deus apenas
objeto de conhecimento. É claro que o conhecimento da Palavra de Deus
é importante, mas devemos ser doutores na sua vivência.

19 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB 25º DOMINGO Tempo Comum

Leituras Relacionadas ao dia 19/09/2010 - CNBB
Verde. 25º DOMINGO Tempo Comum

1ª Leitura - Am 8,4-7
Contra aqueles que dominam os pobres com dinheiro.
Leitura da Profecia de Amós 8,4-7
4Ouvi isto, vós que maltratais os humildes
e causais a prostração dos pobres da terra;
5vós que andais dizendo:
"Quando passará a lua nova,
para vendermos bem a mercadoria?
E o sábado, para darmos pronta saída ao trigo,
para diminuir medidas, aumentar pesos,
e adulterar balanças,
6dominar os pobres com dinheiro
e os humildes com um par de sandálias,
e para pôr à venda o refugo do trigo?"
7Por causa da soberba de Jacó, jurou o Senhor:
"Nunca mais esquecerei o que eles fizeram.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 112, 1-2.4-6.7-8 (R. cf. 1a.7b)
R.Louvai o Senhor que eleva os pobres!

Ou:R.Aleluia, Aleluia, Aleluia.
1Louvai, louvai, ó servos do Senhor,*
louvai, louvai o nome do Senhor!
2Bendito seja o nome do Senhor,*
agora e por toda a eternidade! R.

4O Senhor está acima das nações,*
sua glória vai além dos altos céus.
5Quem pode comparar-se ao nosso Deus,
ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono*
6e se inclina para olhar o céu e a terra? R.

7Levanta da poeira o indigente
e do lixo ele retira o pobrezinho,
8para fazê-lo assentar-se com os nobres,*
assentar-se com nobres do seu povo. R.

2ª Leitura - 1Tm 2,1-8
Recomendo que se façam orações a Deus por todos
os homens. Deus que quer que todos sejam salvos.
Leitura da primeira Carta de São Paulo a Timóteo 2,1-8
Caríssimo:
1Antes de tudo, recomendo que se façam preces e orações,
súplicas e ações de graças,
por todos os homens;
2pelos que governam e por todos que ocupam altos cargos,
a fim de que possamos levar uma vida tranqüila e
serena, com toda piedade e dignidade.
3Isto é bom e agradável a Deus, nosso Salvador;
4ele quer que todos os homens sejam salvos
e cheguem ao conhecimento da verdade.
5Pois há um só Deus,
e um só mediador entre Deus e os homens:
o homem Cristo Jesus,
6que se entregou em resgate por todos. Este é
o testemunho dado no tempo estabelecido por Deus,
7e para este testemunho
eu fui designado pregador e apóstolo,
e - falo a verdade, não minto -
mestre das nações pagós na fé e na verdade.
8Quero, portanto, que em todo lugar
os homens façam a oração,
erguendo mãos santas, sem ira e sem discussões.
Palavra do Senhor.


Evangelho - Lc 16,1-13
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 16,1-13
Naquele tempo:
1Jesus dizia aos discípulos:
"Um homem rico tinha um administrador
que foi acusado de esbanjar os seus bens.
2Ele o chamou e lhe disse:
"Que é isto que ouço a teu respeito?
Presta contas da tua administração,
pois já não podes mais administrar meus bens".
3O administrador então começou a refletir:
"O senhor vai me tirar a administração.
Que vou fazer?
Para cavar, não tenho forças;
de mendigar, tenho vergonha.
4Ah! Já sei o que fazer,
para que alguém me receba em sua casa
quando eu for afastado da administração".
5Então ele chamou cada um
dos que estavam devendo ao seu patrão.
E perguntou ao primeiro:
"Quanto deves ao meu patrão?"
6Ele respondeu: "Cem barris de óleo!"
O administrador disse:
"Pega a tua conta, senta-te, depressa,
e escreve cinqüenta!"
7Depois ele perguntou a outro:
"E tu, quanto deves?"
Ele respondeu: "Cem medidas de trigo".
O administrador disse:
"Pega tua conta e escreve oitenta".
8E o senhor elogiou o administrador desonesto,
porque ele agiu com esperteza.
Com efeito, os filhos deste mundo
são mais espertos em seus negócios
do que os filhos da luz.
9E eu vos digo:
Usai o dinheiro injusto para fazer amigos,
pois, quando acabar,
eles vos receberão nas moradas eternas.
10Quem é fiel nas pequenas coisas
também é fiel nas grandes,
e quem é injusto nas pequenas
também é injusto nas grandes.
11Por isso, se vós não sois fiéis
no uso do dinheiro injusto,
quem vos confiará o verdadeiro bem?
12E se não sois fiéis no que é dos outros,
quem vos dará aquilo que é vosso?
13Ninguém pode servir a dois senhores.
porque ou odiará um e amará o outro,
ou se apegará a um e desprezará o outro.
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro."
Palavra da Salvação.


Evangelho - Lc 16,10-13
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 16,10-13

Naquele tempo, dizia Jesus a seus discípulos:
10Quem é fiel nas pequenas coisas
também é fiel nas grandes,
e quem é injusto nas pequenas
também é injusto nas grandes.
11Por isso, se vós não sois fiéis
no uso do dinheiro injusto,
quem vos confiará o verdadeiro bem?
12E se não sois fiéis no que é dos outros,
quem vos dará aquilo que é vosso?
13Ninguém pode servir a dois senhores.
porque ou odiará um e amará o outro,
ou se apegará a um e desprezará o outro.
Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro."
Palavra da Salvação.

17 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 17/09/2010 - CNBB
Verde. 6ª-feira da 24ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - 1Cor 15,12-20
Se Cristo não ressuscitou é vã a vossa fé.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,12-20
Irmãos:
12Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos,
como podem alguns dizer entre vós
que não há ressurreição dos mortos?
13Se não há ressurreição dos mortos,
então Cristo não ressuscitou.
14E se Cristo não ressuscitou,
a nossa pregação é vã
e a vossa fé é vã também.
15Nesse caso, nós seríamos testemunhas mentirosas de Deus,
porque teríamos atestado - contra Deus -
que ele ressuscitou Cristo,
quando, de fato, ele não o teria ressuscitado
- se é verdade que os mortos não ressuscitam.
16Pois, se os mortos não ressuscitam,
então Cristo também não ressuscitou.
17E se Cristo não ressuscitou,
a vossa fé não tem nenhum valor
e ainda estais nos vossos pecados.
18Então, também os que morreram em Cristo pereceram.
19Se é para esta vida
que pusemos a nossa esperança em Cristo,
nós somos - de todos os homens -
os mais dignos de compaixão.
20Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos
como primícias dos que morreram.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 16 (17),1. 6-7. 8b.15 (R. 15b)
R. Ao despertar, me saciará vossa presença, ó Senhor.
1Ó Senhor, ouvi a minha justa causa, *
escutai-me e atendei o meu clamor!
Inclinai o vosso ouvido à minha prece, *
pois não existe falsidade nos meus lábios!R.

6Eu vos chamo, ó meu Deus, porque me ouvis, *
inclinai o vosso ouvido e escutai-me!
7Mostrai-me vosso amor maravilhoso, +
vós que salvais e libertais do inimigo *
quem procura a proteção junto de vós.R.

8bProtegei-me qual dos olhos a pupila *
e guardai-me, à proteção de vossas asas,
15Mas eu verei, justificado, a vossa face *
e ao despertar me saciará vossa presença.R.

Evangelho - Lc 8,1-3
Andavam com êle várias mulheres que ajudavam a Jesus
e aos discípulos com os bens que possuíam.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 8,1-3
Naquele tempo:
1Jesus andava por cidades e povoados,
pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus.
Os doze iam com ele;
2e também algumas mulheres
que haviam sido curadas de maus espíritos e doenças:
Maria, chamada Madalena, da qual tinham saído sete demônios;
3Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes;
Susana, e várias outras mulheres
que ajudavam a Jesus e aos discípulos
com os bens que possuíam.
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 8, 1-3
Assim como Jesus não parava, mas vivia caminhando de um lado para o
outro anunciando a chegada do Reino de Deus, a sua Igreja não pode
ficar parada. Ela deve ir sempre ao encontro do outro, abrir novas
fronteiras no trabalho evangelizador para que todos possam ter a
oportunidade de conhecer o Reino de Deus, assim como livremente optar
por ele. Para realizar a sua missão, a Igreja deve, assim como o
divino Mestre, envolver o maior número possível de pessoas, sem
distinção entre elas, que queiram colocar a sua vida a serviço do
Reino de Deus, como fizeram as mulheres, conforme nos narra o
Evangelho de hoje.

16 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 16/09/2010 - CNBB
Verde. 5ª-feira da 24ª Semana Tempo Comum
S. Cornélio Pp, e S. Cipriano B Mts, memória
1ª Leitura - 1Cor 15,1-11
É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado
e é isso o que crestes.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 15,1-11

1Irmãos, quero lembrar-vos
o evangelho que vos preguei e que recebestes,
e no qual estais firmes.
2Por ele sois salvos,
se o estais guardando
tal qual ele vos foi pregado por mim.
De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão.
3Com efeito, transmití-vos, em primeiro lugar,
aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber:
que Cristo morreu por nossos pecados,
segundo as Escrituras;
4que foi sepultado;
que, ao terceiro dia, ressuscitou,
segundo as Escrituras;
5e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze.
6Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez.
Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram.
7Depois, apareceu a Tiago
e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos.
8Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo.
9Na verdade, eu sou o menor dos apóstolos,
nem mereço o nome de apóstolo,
porque persegui a Igreja de Deus.
10É pela graça de Deus que eu sou o que sou.
Sua graça para comigo não foi estéril:
a prova é que tenho trabalhado mais do que os outros apóstolos
- não propriamente eu, mas a graça de Deus comigo.
11É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado
e é isso o que crestes.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 117 (118),1-2. 16ab-17. 28 (R. 1)
R. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
1Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!*
"Eterna é a sua misericórdia!"
2A casa de Israel agora o diga:*
"Eterna é a sua misericórdia!"R.

16aA mão direita do Senhor fez maravilhas,
16ba mão direita do Senhor me levantou,*
a mão direita do Senhor fez maravilhas!"
17Não morrerei, mas ao contrário, viverei*
para cantar as grandes obras do Senhor!R.

28Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! *
Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores!R.

Evangelho - Lc 7,36-50
Os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados
porque ela mostrou muito amor.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 7,36-50
Naquele tempo:
36Um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa.
Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa.
37Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora,
soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu.
Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume,
38e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus;
com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés,
enxugava-os com os cabelos,
cobria-os de beijos e os ungia com o perfume.
39Vendo isso, o fariseu que o havia convidado
ficou pensando:
"Se este homem fosse um profeta,
saberia que tipo de mulher está tocando nele,
pois é uma pecadora."
40Jesus disse então ao fariseu:
"Simão, tenho uma coisa para te dizer."
Simão respondeu: "Fala, mestre!"
41"Certo credor tinha dois devedores;
um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinqüenta.
42Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois.
Qual deles o amará mais?"
43Simão respondeu:
"Acho que é aquele ao qual perdoou mais."
Jesus lhe disse:
"Tu julgaste corretamente."
44Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão:
"Estás vendo esta mulher?
Quando entrei em tua casa,
tu não me ofereceste água para lavar os pés;
ela, porém, banhou meus pés com lágrimas
e enxugou-os com os cabelos.
45Tu não me deste o beijo de saudação;
ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés.
46Tu não derramaste óleo na minha cabeça;
ela, porém, ungiu meus pés com perfume.
47Por esta razão, eu te declaro:
os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados
porque ela mostrou muito amor.
Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor."
48E Jesus disse à mulher:
"Teus pecados estão perdoados."
49Então, os convidados começaram a pensar:
"Quem é este que até perdoa pecados?"
50Mas Jesus disse à mulher:
"Tua fé te salvou. Vai em paz!"
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 7, 36-50
"Dize-me com quem andas e eu direi quem és!" A partir deste ditado,
vemos as relações de exclusão que são estabelecidas entre os "santos"
e os "pecadores". E claro que quem é "santo" não pode conviver com os
"pecadores" pois correrá o risco de se contaminar e se tornar um
deles. Esta é a lógica da mentira e do farisaísmo que marca a vida de
muitos de nós. Ninguém é "santo", pois só Deus é Santo, e o pecado
marca a nossa existência, e quem disser que não é pecador, é
mentiroso, logo não somos melhores que ninguém. Se uma pessoa é reta
de coração, deve conviver com todos para que possa testemunhar a todos
o amor de Deus, a vivência na busca da santidade, e assim colaborar
com a conversão dos pecadores.

Missa Nossa Senhora das Dores

Fotos da Via Matris e missa solene, em São José dos Campos.


Frei Flesch e Manuel (França)




Fraternidade São Peregrino






Saida para Procissão Luminosa – Via Matris (estava ventando muito)

1ª. Dor


Participou, Fraternidade São Peregrino, Irmãs do Maria Imaculada e comunidade



2ª. Dor



Foto geral


Participação das Irmãs do Sanatório Maria Imaculada


Rumo a estação da 4ª. dor

Foto Geral Fraternidade

Foto geral da Fraternidade com as Irmãs

Hylton de Carvalho Junior
Fraternidade São Peregrino Laziosi
São José dos Campos - SP





--
fr Charlie, osm
Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois Vós entre as mulheres, bendito é o fruto de Vosso ventre, Jesus.

15 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB Nossa Senhora das Dores

Leituras Relacionadas ao dia 15/09/2010 - CNBB
Branco. Nossa Senhora das Dores Memória
1ª Leitura - Hb 5,7-9
Aprendeu o que significa a obediência a Deus
e tornou-se causa de salvação eterna.
Leitura da Carta aos Hebreus 5,7-9
7Cristo, nos dias de sua vida terrestre,
dirigiu preces e súplicas,
com forte clamor e lágrimas,
àquele que era capaz de salvá-lo da morte.
E foi atendido, por causa de sua entrega a Deus.
8Mesmo sendo Filho,
aprendeu o que significa a obediência a Deus
por aquilo que ele sofreu.
9Mas, na consumação de sua vida,
tornou-se causa de salvação eterna
para todos os que lhe obedecem.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 30(31),2-3a.3bc-4.5-6.15-16.20 (R. 17b)
R. Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!
2Senhor, eu ponho em vós minha esperança;*
que eu não fique envergonhado eternamente!
3aPorque sois justo, defendei-me e libertai-me*
apressai-vos, ó Senhor, em socorrer-me!R.

3bSede uma rocha protetora para mim,*
3cum abrigo bem seguro que me salve!
4Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza;*
por vossa honra orientai-me e conduzi-me!R.

5Retirai-me desta rede traiçoeira, *
porque sois o meu refúgio protetor!
6Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, *
porque vós me salvareis, ó Deus fiel!R.

15A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio, *
e afirmo que só vós sois o meu Deus!
16Eu entrego em vossas mãos o meu destino; *
libertai-me do inimigo e do opressor!R.

20Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, *
que reservastes para aqueles que vos temem!
Para aqueles que em vós se refugiam, *
mostrando, assim, o vosso amor perante os homens.R.

Evangelho - Jo 19,25-27
Mãe entre todas bendita, do Filho único aflita,
a imensa dor assistia (Stabat Mater).
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 19,25-27
Naquele tempo:
25Perto da cruz de Jesus, estavam de pé
a sua mãe, a irmó da sua mãe, Maria de Cléofas,
e Maria Madalena.
26Jesus, ao ver sua mãe
e, ao lado dela, o discípulo que ele amava,
disse à mãe:
"Mulher, este é o teu filho".
27Depois disse ao discípulo:
"Esta é a tua mãe".
Daquela hora em diante,
o discípulo a acolheu consigo.
Palavra da Salvação.


Evangelho - Lc 2,33-35
Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 2,33-35
Naquele tempo:
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados
com o que diziam a respeito dele.
34Simeão os abençoou
e disse a Maria, a mãe de Jesus:
"Este menino vai ser causa
tanto de queda como de reerguimento
para muitos em Israel.
Ele será um sinal de contradição.
35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações.
Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma".

Palavra da Salvação.

13 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB S. João Crisóstomo BDr, memória

Leituras Relacionadas ao dia 13/09/2010 - CNBB
Verde. 2ª-feira da 24ª Semana Tempo Comum
S. João Crisóstomo BDr, memória
1ª Leitura - 1Cor 11,17-26.33
Se têm surgido divisões entre vós,
já não é para comer a Ceia do Senhor que vos reunis.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 11,17-26.33

Irmãos:
17No que tenho a dizer-vos, eu não vos louvo,
pois vossas reuniões não têm sido para o vosso bem,
mas para o mal.
18Com efeito, e em primeiro lugar, ouço dizer que,
quando vos reunis em assembléia,
têm surgido divisões entre vós.
E, em parte, acredito.
19Na verdade, convém que haja até cisões entre vós,
para que também se tornem bem conhecidos
aqueles dentre vós que resistem à prova.
20De fato, não é para comer a Ceia do Senhor
que vos reunis em comum.
21Pois cada um se apressa a comer a sua própria ceia;
e enquanto um passa fome
o outro se embriaga.
22Não tendes casas onde comer e beber?
Ou desprezais a Igreja de Deus
e quereis envergonhar aqueles que nada têm?
Que vos direi?
Hei-de elogiar-vos?
Neste ponto, não posso elogiar-vos.
23O que eu recebi do Senhor foi isso que eu vos transmiti:
Na noite em que foi entregue,
o Senhor Jesus tomou o pão
24e, depois de dar graças, partiu-o
e disse: "Isto é o meu corpo
que é dado por vós.
Fazei-o em memória de mim".
25Do mesmo modo, depois da ceia,
tomou também o cálice e disse:
"Este cálice é a nova aliança, em meu sangue.
Todas as vezes que dele beberdes,
fazei isto em minha memória".
26Todas as vezes, de fato, que comerdes deste pão
e beberdes deste cálice,
estareis proclamando a morte do Senhor,
até que ele venha.
33Portanto, meus irmãos,
quando vos reunirdes para a Ceia,
esperai uns pelos outros.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 39 (40),7-8a. 8b-9. 10. 17 (R. 1Cor 11,26b)
R. Irmãos, anunciai a morte do Senhor, até que ele venha!
7Sacrifício e oblação não quisestes,*
mas abristes, Senhor, meus ouvidos;
não pedistes ofertas nem vítimas,+
holocaustos por nossos pecados,*
8aE então eu vos disse: "Eis que venho!"R.

8bSobre mim está escrito no livro:
9"Com prazer faço a vossa vontade,*
guardo em meu coração vossa lei!"R.

10Boas-novas de vossa justiça
anunciei numa grande assembléia;*
vós sabeis: não fechei os meus lábios!R.

17Mas se alegre e em vós rejubile*
todo ser que vos busca, Senhor!
Digam sempre: "É grande o Senhor!"*
os que buscam em vós seu auxílio.R.

Evangelho - Lc 7,1-10
Nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 7,1-10
Naquele tempo:
1Quando acabou de falar ao povo que o escutava,
Jesus entrou em Cafarnaum.
2Havia lá um oficial romano
que tinha um empregado a quem estimava muito,
e que estava doente, à beira da morte.
3O oficial ouviu falar de Jesus
e enviou alguns anciãos dos judeus,
para pedirem que Jesus viesse salvar seu empregado.
4Chegando onde Jesus estava,
pediram-lhe com insistência:
"O oficial merece que lhe faças este favor,
5porque ele estima o nosso povo.
Ele até nos construiu uma sinagoga."
6Então Jesus pôs-se a caminho com eles.
Porém, quando já estava perto da casa,
o oficial mandou alguns amigos dizerem a Jesus:
"Senhor, não te incomodes,
pois não sou digno de que entres em minha casa.
7Nem mesmo me achei digno
de ir pessoalmente ao teu encontro.
Mas ordena com a tua palavra,
e o meu empregado ficará curado.
8Eu também estou debaixo de autoridade,
mas tenho soldados que obedecem às minhas ordens.
Se ordeno a um : "Vai!", ele vai;
e a outro: "Vem!", ele vem;
e ao meu empregado "Faze isto!", e ele o faz"."
9Ouvindo isso, Jesus ficou admirado.
Virou-se para a multidão que o seguia, e disse:
"Eu vos declaro que nem mesmo em Israel
encontrei tamanha fé."
10Os mensageiros voltaram para a casa do oficial
e encontraram o empregado em perfeita saúde.
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 7, 1-10
Uma coisa é a fé em si, e outra coisa é como ela se expressa. Para
muitos, a fé em si nem sequer é percebida, de modo que existe uma
necessidade muito grande de ritualismo e de formas exteriores de
expressão da fé. Quem tem verdadeiramente fé em Jesus, acredita na
autoridade do seu nome e na força da sua Palavra, e não necessita de
manifestações exteriores para acreditar na eficácia da sua ação. Deste
modo, todos nós somos convidados a reconhecer que a grandiosidade da
fé do Centurião que acreditou plenamente no poder da Palavra de Jesus
e não exigiu dele nenhum rito ou gesto exterior e, porque acreditou,
foi atendido naquilo que desejava.

12 de setembro de 2010

Jesus - O Mestre do Amor

Quando um semeador sepulta uma semente, ele se entristece por alguns momentos e se alegra para a posteridade. Entristece-se, porque nunca mais a verá. Alegra-se, porque ela renascerá e se multiplicará em milhares de novas sementes.

O Mestre do Amor semeou as mais belas sementes no solo da alma e do espírito humano. Cultivou-as com suas aflições e irrigou-as com seu amor. Foi o primeiro semeador que deu a vida por suas sementes. Por fim, elas germinaram e transformaram a emoção e a arte de pensar em um jardim com as mais belas flores.

Talvez Jesus fosse a única pessoa que conseguia erguer os olhos e ver os campos verdejando quando só havia pedras e areia à sua frente. Ele nos ensinou que é preciso ter metas e nos encorajou a sonhar com elas. Mostrou-nos que podemos romper as algemas do medo e das dificuldades e revelou que nenhum deserto é tão árido e tão longo que não possa ser transposto.

Ele tinha todos os motivos para desanimar, mas nunca desistiu da vida nem deixou de se encantar com o ser humano. Jesus nos amou com todas as suas forças, apesar de saber que não somos gigantes nem heróis.
Sua história é o maior laboratório de auto-estima. Diante de tão bela trajetória, não podemos deixar de concluir que vale a pena viver. Mesmo que tenhamos percalços, que choremos, que sejamos derrotados, que fiquemos decepcionados com nós mesmos e com o mundo, que sejamos incompreendidos e que encontremos obstáculos, a vida é simplesmente um espetáculo imperdível.
Augusto Cury

A Palavra de Deus na Vida - CNBB 24º DOMINGO Tempo Comum

Leituras Relacionadas ao dia 12/09/2010 - CNBB
Verde. 24º DOMINGO Tempo Comum

1ª Leitura - Ex 32,7-11.13-14
E o Senhor desistiu do mal que havia ameaçado fazer.
Leitura do Livro do Êxodo 32,7-11.13-14
Naqueles dias:
7O Senhor falou a Moisés:
"Vai, desce, pois corrompeu-se o teu povo,
que tiraste da terra do Egito.
8Bem depressa desviaram-se do caminho que lhes
prescrevi.
Fizeram para si um bezerro de metal fundido,
inclinaram-se em adoração diante dele
e ofereceram-lhe sacrifícios, dizendo:
`Estes são os teus deuses, Israel,
que te fizeram sair do Egito!" "
9E o Senhor disse ainda a Moisés:
"Vejo que este é um povo de cabeça dura.
10Deixa que minha cólera se inflame contra eles
e que eu os extermine.
Mas de ti farei uma grande nação".
11Moisés, porém, suplicava ao Senhor seu Deus, dizendo:
"Por que, ó Senhor,
se inflama a tua cólera contra o teu povo,
que fizeste sair do Egito
com grande poder e mão forte?
13Lembra-te de teus servos Abraão, Isaac e Israel,
com os quais te comprometeste, por juramento, dizendo:
"Tornarei os vossos descendentes
tão numerosos como as estrelas do céu;
e toda esta terra de que vos falei,
eu a darei aos vossos descendentes
como herança para sempre" ".
14E o Senhor desistiu do mal
que havia ameaçado fazer ao seu povo.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 50, 3-4.12-13.17.19 (R. Lc 15,18)
R.Vou agora, levantar-me, volto à casa do meu pai.

3Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia!*
Na imensidão de vosso amor, purificai-me!
4Lavai-me todo inteiro do pecado,*
e apagai completamente a minha culpa! R.

12Criai em mim um coração que seja puro,*
dai-me de novo um espírito decidido.
13ó Senhor, não me afasteis de vossa face,*
nem retireis de mim o vosso Santo Espírito! R.

17Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar,*
e minha boca anunciará vosso louvor!
19Meu sacrifício é minha alma penitente,*
não desprezeis um coração arrependido! R.

2ª Leitura - 1Tm 1,12-17
Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores.
Leitura da Carta de São Paulo a Timóteo 1,12-17
Caríssimo:
12Agradeço àquele que me deu força,
Cristo Jesus, nosso Senhor,
pela confiança que teve em mim
ao designar-me para o seu serviço,
13a mim, que antes blasfemava, perseguia e insultava.
Mas encontrei misericórdia,
porque agia com a ignorância de quem não tem fé.
14Transbordou a graça de nosso Senhor
com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.
15Segura e digna de ser acolhida por todos
é esta palavra:
Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores.
E eu sou o primeiro deles!
16Por isso encontrei misericórdia,
para que em mim, como primeiro,
Cristo Jesus demonstrasse
toda a grandeza de seu coração;
ele fez de mim um modelo
de todos os que crerem nele
para alcançar a vida eterna.
17Ao Rei dos séculos,
ao único Deus, imortal e invisível,
honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!
Palavra do Senhor.


Evangelho - Lc 15,1-32
Haverá no céu mais alegria por
um só pecador que se converte.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 15,1-32
Naquele tempo:
1Os publicanos e pecadores
aproximavam-se de Jesus para o escutar.
2Os fariseus, porém,
e os mestres da Lei criticavam Jesus.
"Este homem acolhe os pecadores
e faz refeição com eles."
3Então Jesus contou-lhes esta parábola:
4"Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma,
não deixa as noventa e nove no deserto,
e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la?
5Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria,
6e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos,
e diz: "Alegrai-vos comigo!
Encontrei a minha ovelha que estava perdida!"
7Eu vos digo:
Assim haverá no céu mais alegria
por um só pecador que se converte,
do que por noventa e nove justos
que não precisam de conversão.
8E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma,
não acende uma lâmpada, varre a casa
e a procura cuidadosamente, até encontrá-la?
9Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz:
"Alegrai-vos comigo!
Encontrei a moeda que tinha perdido!"
10Por isso, eu vos digo,
haverá alegria entre os anjos de Deus
por um só pecador que se converte."
11E Jesus continuou:
"Um homem tinha dois filhos.
12O filho mais novo disse ao pai:
"Pai, dá-me a parte da herança que me cabe".
E o pai dividiu os bens entre eles.
13Poucos dias depois, o filho mais novo juntou o que era
seu e partiu para um lugar distante.
E ali esbanjou tudo numa vida desenfreada.
14Quando tinha gasto tudo o que possuía,
houve uma grande fome naquela região,
e ele começou a passar necessidade.
15Então foi pedir trabalho a um homem do lugar,
que o mandou para seu campo cuidar dos porcos.
16O rapaz queria matar a fome
com a comida que os porcos comiam,
mas nem isto lhe davam.
17Então caiu em si e disse:
"Quantos empregados do meu pai têm pão com fartura,
e eu aqui, morrendo de fome.
18Vou-me embora, vou voltar para meu pai e dizer-lhe:
`Pai, pequei contra Deus e contra ti;
19já não mereço ser chamado teu filho.
Trata-me como a um dos teus empregados".
20Então ele partiu e voltou para seu pai.
Quando ainda estava longe, seu pai o avistou
e sentiu compaixão.
Correu-lhe ao encontro, abraçou-o,
e cobriu-o de beijos.
21O filho, então, lhe disse:
"Pai, pequei contra Deus e contra ti.
Já não mereço ser chamado teu filho".
22Mas o pai disse aos empregados:
`Trazei depressa a melhor túnica para vestir meu filho.
E colocai um anel no seu dedo e sandálias nos pés.
23Trazei um novilho gordo e matai-o.
Vamos fazer um banquete.
24Porque este meu filho estava morto e tornou a viver;
estava perdido e foi encontrado".
E começaram a festa.
25O filho mais velho estava no campo.
Ao voltar, já perto de casa,
ouviu música e barulho de dança.
26Então chamou um dos criados
e perguntou o que estava acontecendo.
27O criado respondeu:
`É teu irmão que voltou.
Teu pai matou o novilho gordo,
porque o recuperou com saúde".
28Mas ele ficou com raiva e não queria entrar.
O pai, saindo, insistia com ele.
29Ele, porém, respondeu ao pai:
"Eu trabalho para ti há tantos anos,
jamais desobedeci a qualquer ordem tua.
E tu nunca me deste um cabrito
para eu festejar com meus amigos.
30Quando chegou esse teu filho,
que esbanjou teus bens com prostitutas,
matas para ele o novilho cevado".
31Então o pai lhe disse:
`Filho, tu estás sempre comigo,
e tudo o que é meu é teu.
32Mas era preciso festejar e alegrar-nos,
porque este teu irmão estava morto e tornou a viver;
estava perdido, e foi encontrado"."
Palavra da Salvação.


Evangelho - Lc 15,1-10
Haverá no céu mais alegria por
um só pecador que se converte.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 15,1-10
Naquele tempo:
1Os publicanos e pecadores
aproximavam-se de Jesus para o escutar.
2Os fariseus, porém,
e os mestres da Lei criticavam Jesus.
"Este homem acolhe os pecadores
e faz refeição com eles."
3Então Jesus contou-lhes esta parábola:
4"Se um de vós tem cem ovelhas e perde uma,
não deixa as noventa e nove no deserto,
e vai atrás daquela que se perdeu, até encontrá-la?
5Quando a encontra, coloca-a nos ombros com alegria,
6e, chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos,
e diz: `Alegrai-vos comigo!
Encontrei a minha ovelha que estava perdida!"
7Eu vos digo:
Assim haverá no céu mais alegria
por um só pecador que se converte,
do que por noventa e nove justos
que não precisam de conversão.
8E se uma mulher tem dez moedas de prata e perde uma,
não acende uma lâmpada, varre a casa
e a procura cuidadosamente, até encontrá-la?
9Quando a encontra, reúne as amigas e vizinhas, e diz:
"Alegrai-vos comigo!
Encontrei a moeda que tinha perdido!"
10Por isso, eu vos digo,
haverá alegria entre os anjos de Deus
por um só pecador que se converte."
Palavra da Salvação.

8 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 08/09/2010 - CNBB
Branco. Natividade de Nossa Senhora Festa
1ª Leitura - Mq 5,1-4a
De ti há de sair aquele que dominará em Israel.
Leitura da Profecia de Miquéias 5,1-4a
Assim diz o Senhor:
1Tu, Belém de Éfrata,
pequenina entre os mil povoados de Judá,
de ti há de sair
aquele que dominará em Israel;
sua origem vem de tempos remotos,
desde os dias da eternidade.
2Deus deixará seu povo ao abandono,
até ao tempo em que uma mãe der à luz;
e o resto de seus irmãos
se voltará para os filhos de Israel.
3Ele não recuará, apascentará com a força do Senhor
e com a majestade do nome do Senhor seu Deus;
os homens viverão em paz,
pois ele agora estenderá o poder
até aos confins da terra,
4e ele mesmo será a Paz.
Palavra do Senhor.


1ª Leitura - Rm 8,28-30
Aqueles que Deus predestinou, também os chamou.
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 8,28-30
Irmãos:
28Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam
a Deus, daqueles que são chamados para a salvação,
de acordo com o projeto de Deus.
29Pois aqueles que Deus contemplou
com seu amor desde sempre,
a esses ele predestinou
a serem conformes à imagem de seu Filho, para que
este seja o primogênito numa multidão de irmãos.
30E aqueles que Deus predestinou, também os chamou.
E aos que chamou, também os tornou justos;
e aos que tornou justos, também os glorificou.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 70(71),6; Sl 12(13),6 (R. Is 61,10)
R. Exulto de alegria no Senhor.
70,6Sois meu apoio desde antes que eu nascesse, +
desde o seio maternal, o meu amparo: *
para vós o meu louvor eternamente!R.

12,6uma vez que confiei no vosso amor, +
meu coração, por vosso auxílio, rejubile, *
e que eu vos cante pelo bem que me fizestes!R.

Evangelho - Mt 1,1-16.18-23
O que nela foi gerado vem do Espírito Santo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 1,1-16.18-23
1Livro da origem de Jesus Cristo,
filho de Davi, filho de Abraão.
2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó;
Jacó gerou Judá e seus irmãos.
3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar.
Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram;
4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson;
Naasson Gerou Salmon;
5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab.
Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute.
Obed gerou Jessé.
6Jessé gerou o rei Davi.
Davi gerou Salomão,
daquela que tinha sido a mulher de Urias.
7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias;
Abias gerou Asa;
8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão;
Jorão gerou Ozias;
9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz;
Acaz gerou Ezequias;
10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon;
Amon gerou Josias.
11Josias gerou Jeconias e seus irmãos,
no tempo do exílio na Babilônia.
12Depois do exílio na Babilônia,
Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel;
13Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim;
Eliaquim gerou Azor;
14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim;
Aquim gerou Eliud;
15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Mató;
Mató gerou Jacó.
16Jacó gerou José, o esposo de Maria,
da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo.
18A origem de Jesus Cristo foi assim:
Maria, sua mãe, estava prometida em casamento
a José, e, antes de viverem juntos,
ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo.
19José, seu marido, era justo
e, não querendo denunciá-la,
resolveu abandonar Maria, em segredo.
20Enquanto José pensava nisso,
eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho,
e lhe disse:
"José, Filho de Davi,
não tenhas medo de receber Maria como tua esposa,
porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.
21Ela dará à luz um filho,
e tu lhe darás o nome de Jesus,
pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados".
22Tudo isso aconteceu para se cumprir
o que o Senhor havia dito pelo profeta:
23"Eis que a virgem conceberá
e dará à luz um filho.
Ele será chamado pelo nome de Emanuel,
que significa: Deus está conosco".
Palavra da Salvação.


Evangelho - Mt 1,18-23
O que nela foi gerado vem do Espírito Santo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 1,18-23
18A origem de Jesus Cristo foi assim:
Maria, sua mãe, estava prometida em casamento
a José, e, antes de viverem juntos,
ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo.
19José, seu marido, era justo
e, não querendo denunciá-la,
resolveu abandonar Maria, em segredo.
20Enquanto José pensava nisso,
eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho,
e lhe disse:
"José, Filho de Davi,
não tenhas medo de receber Maria como tua esposa,
porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo.
21Ela dará à luz um filho,
e tu lhe darás o nome de Jesus,
pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados".
22Tudo isso aconteceu para se cumprir
o que o Senhor havia dito pelo profeta:
23"Eis que a virgem conceberá
e dará à luz um filho.
Ele será chamado pelo nome de Emanuel,
que significa: Deus está conosco".
Palavra da Salvação.

5 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB 23º DOMINGO Tempo Comum

Leituras Relacionadas ao dia 05/09/2010 - CNBB
Verde. 23º DOMINGO Tempo Comum

1ª Leitura - Sb 9,13-18 (gr.13-18b)
Quem pode conhecer os desígnios do Senhor?
Leitura do Livro da Sabedoria 9,13-18 (gr.13-18b)
13Qual é o homem que pode conhecer os desígnios de Deus?
Ou quem pode imaginar o desígnio do Senhor?
14Na verdade, os pensamentos dos mortais são tímidos
e nossas reflexões incertas:
15porque o corpo corruptível torna pesada a alma
e, tenda de argila, oprime a mente que pensa.
16Mal podemos conhecer o que há na terra,
e com muito custo compreendemos
o que está ao alcance de nossas mãos;
quem, portanto, investigará o que há nos céus?
17Acaso alguém teria conhecido o teu desígnio,
sem que lhe desses Sabedoria
e do alto lhe enviasses teu santo espírito?
18Só assim se tornaram retos
os caminhos dos que estão na terra,
e os homens aprenderam o que te agrada,
e pela Sabedoria foram salvos".
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 89,3-4.5-6.12-13.14 17 (R.1)
R.Vós fostes, Ó Senhor, um refúgio para nós.

3Vós fazeis voltar ao pó todo mortal,*
quando dizeis: "Voltai ao pó, filhos de Adão!"
4Pois mil anos para vós são como ontem,*
qual vigília de uma noite que passou. R.

5Eles passam como o sono da manhã,*
6são iguais à erva verde pelos campos:
De manhã ela floresce vicejante,*
mas à tarde é cortada e logo seca. R.

12Ensinai-nos a contar os nossos dias,*
e dai ao nosso coração sabedoria!
13Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis?
Tende piedade e compaixão de vossos servos! R.

14Saciai-nos de manhã com vosso amor,*
e exultaremos de alegria todo o dia!
17Que a bondade do Senhor e nosso Deus
repouse sobre nós e nos conduza!*
Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho. R.

2ª Leitura - Fm 9b-10.12-17
Recebe-o, não mais como escravo
mas como um irmão querido.
Leitura da Carta de São Paulo a Filêmon 9b-10.12-17
Caríssimo:
9bEu, Paulo, velho como estou
e agora também prisioneiro de Cristo Jesus,
10faço-te um pedido em favor do meu filho
que fiz nascer para Cristo na prisão, Onésimo.
12Eu o estou mandando de volta para ti.
Ele é como se fosse o meu próprio coração.
13Gostaria de tê-lo comigo,
a fim de que fosse teu representante para cuidar de mim
nesta prisão, que eu devo ao evangelho.
14Mas, eu não quis fazer nada sem o teu parecer,
para que a tua bondade não seja forçada,
mas espontânea.
15Se ele te foi retirado por algum tempo,
talvez seja para que o tenhas de volta para sempre,
16já não como escravo,
mas, muito mais do que isso, como um irmão querido,
muitíssimo querido para mim
quanto mais ele o fôr para ti,
tanto como pessoa humana quanto como irmão no Senhor.
17Assim, se estás em comunhão de fé comigo,
recebe-o como se fosse a mim mesmo.
Palavra do Senhor.


Evangelho - Lc 14,25-33
Qualquer um de vós, se não renunciar a tudo
o que tem, não pode ser meu discípulo!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 14,25-33
Naquele tempo:
25Grandes multidões acompanhavam Jesus.
Voltando-se, ele lhes disse:
26"Se alguém vem a mim, mas não se desapega
de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos,
seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida,
não pode ser meu discípulo.
27Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim,
não pode ser meu discípulo.
28Com efeito: qual de vós, querendo construir uma torre,
não se senta primeiro e calcula os gastos,
para ver se tem o suficiente para terminar?
Caso contrário,
29ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar.
E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo:
30"Este homem começou a construir
e não foi capaz de acabar!"
31Ou ainda:
Qual o rei que ao sair para guerrear com outro,
não se senta primeiro e examina bem
se com dez mil homens poderá enfrentar o outro
que marcha contra ele com vinte mil?
32Se ele vê que não pode,
enquanto o outro rei ainda está longe,
envia mensageiros para negociar as condições de paz.
33Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós,
se não renunciar a tudo o que tem,
não pode ser meu discípulo!"
Palavra da Salvação.


LEIA MAIS! CLICK AQUI!

2 de setembro de 2010

Silêncio...

Ó silêncio, que de tão profundo é tão intenso

infinitamente grande, capaz de esconder em si coisas que o mundo julga não existir

silêncio, ó silêncio tão poderoso que faz pensar não viver que sabe que vive

silêncio... oceano de águas misteriosas onde o amor se faz tão ilusório quanto concreto, e tão utópico quanto real

silêncio, ó silêncio, então não és tu capaz de calar o que teima em pulsar? qual é o teu poder afinal? faz-te poderoso enfim, tu que és tão profundo!
 
(texto enviado por e-mail para o blog Somos Servos)

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 02/09/2010 - CNBB
Verde. 5ª-feira da 22ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - 1Cor 3,18-23
Tudo é vosso, mas vós sois de Cristo,
e Cristo é de Deus.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 3,18-23
Irmãos:
18Ninguém se iluda:
Se algum de vós pensa que é sábio nas coisas deste mundo,
reconheça sua insensatez,
para se tornar sábio de verdade;
19pois a sabedoria deste mundo é insensatez diante de Deus.
Com efeito, está escrito:
"Aquele que apanha os sábios em sua própria astúcia",
20e ainda:
"O Senhor conhece os pensamentos dos sábios;
sabe que são vãos".
21Portanto, que ninguém ponha a sua glória em homem algum.
Com efeito, tudo vos pertence:
22Paulo, Apolo, Cefas,
o mundo, a vida, a morte, o presente, o futuro,
tudo é vosso,
23mas vós sois de Cristo,
e Cristo é de Deus.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 23,1-2. 3-4ab. 5-6 (R. 1)
R. Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra.
1Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra,*
o mundo inteiro com os seres que o povoam;
2porque ele a tornou firme sobre os mares,*
e sobre as águas a mantém inabalável.R.

3"Quem subirá até o monte do Senhor,*
quem ficará em sua santa habitação?"
4a"Quem tem mãos puras e inocente coração,*
4bquem não dirige sua mente para o crime.R.

5Sobre este desce a bênção do Senhor*
e a recompensa de seu Deus e Salvador".
6"É assim a geração dos que o procuram,*
e do Deus de Israel buscam a face".R.

Evangelho - Lc 5,1-11
Deixaram tudo e O seguiram.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 5,1-11
Naquele tempo:
1Jesus estava na margem do lago de Genesaré,
e a multidão apertava-se ao seu redor
para ouvir a palavra de Deus.
2Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago.
Os pescadores haviam desembarcado e lavavam as redes.
3Subindo numa das barcas, que era de Simão,
pediu que se afastasse um pouco da margem.
Depois sentou-se e, da barca, ensinava as multidões.
4Quando acabou de falar, disse a Simão:
"Avança para águas mais profundas,
e lançai vossas redes para a pesca".
5Simão respondeu:
"Mestre, nós trabalhamos a noite inteira
e nada pescamos.
Mas, em atenção à tua palavra, vou lançar as redes".
6Assim fizeram,
e apanharam tamanha quantidade de peixes
que as redes se rompiam.
7Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca,
para que viessem ajudá-los.
Eles vieram, e encheram as duas barcas,
a ponto de quase afundarem.
8Ao ver aquilo, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus,
dizendo: "Senhor, afasta-te de mim,
porque sou um pecador!"
9É que o espanto se apoderara de Simão
e de todos os seus companheiros,
por causa da pesca que acabavam de fazer.
10Tiago e João, filhos de Zebedeu,
que eram sócios de Simão, também ficaram espantados.
Jesus, porém, disse a Simão:
"Não tenhas medo!
De hoje em diante tu serás pescador de homens."
11Então levaram as barcas para a margem,
deixaram tudo e seguiram a Jesus.
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 5, 1-11
Um dos elementos mais importantes do cristianismo é a vida
comunitária. Para quem é cristão, não existe lugar para o
individualismo. Jesus nos mostra isso quando não realiza sozinho a sua
missão, mas chama os apóstolos para participarem ativamente dela. Para
o apostolado, Jesus não chama os melhores do ponto de vista da
economia, da sociedade ou mesmo os mais santos; Jesus chama a todos,
sem fazer qualquer tipo de distinção entre as pessoas. Assim, nos
mostra que na atuação pastoral, devemos nos preocupar não simplesmente
em fazer o trabalho, mas sim em envolver todas as pessoas, para que a
atuação pastoral seja comunitária e revele este importante valor do
Evangelho.

LEIA MAIS! CLICK AQUI!

1 de setembro de 2010

A Palavra de Deus na Vida - CNBB

Leituras Relacionadas ao dia 01/09/2010 - CNBB
Verde. 4ª-feira da 22ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - 1Cor 3,1-9
Nós somos cooperadores de Deus,
e vós sois lavoura de Deus, construção de Deus.
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 3,1-9
1Irmãos, não pude falar-vos como a pessoas espirituais.
Tive que vos falar como a pessoas carnais,
como a crianças na vida em Cristo.
2Pude oferecer-vos somente leite,
não alimento sólido,
pois ainda não éreis capazes de tomá-lo.
E nem atualmente sois capazes de receber alimento sólido,
3visto que ainda sois carnais.
As rivalidades e rixas que existem aí, no meio de vós,
acaso não mostram que sois carnais
e que procedeis de acordo com os impulsos naturais?
4Quando um declara: "Eu sou de Paulo",
e outro : "Eu sou de Apolo",
não estais procedendo como pessoas simplesmente naturais?
5Pois, o que é Apolo? O que é Paulo?
- Não passam de servidores, pelos quais chegastes à fé.
E cada um deles exerce seu serviço
segundo o dom recebido de Deus.
6Eu plantei, Apolo regou,
mas Deus é que fazia crescer.
7De modo que nem o que planta, nem o que rega
são, propriamente, importantes.
Quem é importante é aquele que faz crescer: Deus.
8Aquele que planta e aquele que rega formam uma unidade,
mas cada um receberá o seu próprio salário,
proporcional ao seu trabalho.
9Com efeito, nós somos cooperadores de Deus,
e vós sois lavoura de Deus, construção de Deus.
Palavra do Senhor.


Salmo - Sl 32,12-13. 14-15. 20-21 (R. 12b)
R. Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!
12Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, *
e a nação que escolheu por sua herança!
13Dos altos céus o Senhor olha e observa; *
ele se inclina para olhar todos os homens.R.

14Ele contempla do lugar onde reside *
e vê a todos os que habitam sobre a terra.
15Ele formou o coração de cada um *
e por todos os seus atos se interessa.R.

20No Senhor nós esperamos confiantes, *
porque ele é nosso auxílio e proteção!
21Por isso o nosso coração se alegra nele, *
seu santo nome é nossa única esperança.R.

Evangelho - Lc 4,38-44
Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus
também a outras cidades,
porque para isso é que eu fui enviado.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 4,38-44
Naquele tempo:
38Jesus saiu da sinagoga e entrou na casa de Simão.
A sogra de Simão estava sofrendo com febre alta,
e pediram a Jesus em favor dela.
39Inclinando-se sobre ela, Jesus ameaçou a febre,
e a febre a deixou.
Imediatamente, ela se levantou e começou a servi-los.
40Ao pôr do sol, todos os que tinham doentes
atingidos por diversos males,
os levaram a Jesus.
Jesus colocava as mãos em cada um deles e os curava.
41De muitas pessoas também saíam demônios,
gritando: "Tu és o Filho de Deus."
Jesus os ameaçava, e não os deixava falar,
porque sabiam que ele era o Messias.
42Ao raiar do dia, Jesus saiu,
e foi para um lugar deserto.
As multidões o procuravam e, indo até ele,
tentavam impedi-lo que os deixasse.
43Mas Jesus disse:
"Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus
também a outras cidades,
porque para isso é que eu fui enviado."
44E pregava nas sinagogas da Judéia.
Palavra da Salvação.


Reflexão - Lc 4, 38-44
Por que as pessoas procuram a religião? A maioria das pessoas que
procuram a religião o faz por motivos egoístas, procuram a Deus para
fazer dele seu servidor, querem proteção, saúde, sucesso econômico,
profissional, social ou afetivo, ou fogem do medo do desconhecido, do
sobrenatural ou da própria morte. Devemos procurar na religião um
relacionamento pessoal e amoroso com o próprio Deus, para que possamos
servi-lo amando os nossos irmãos e irmãs. Para isso, precisamos
conhecer o Evangelho, no qual Jesus anuncia a boa nova do Reino de
Deus. A partir do conhecimento do Evangelho, vamos nos sentir apelados
por Deus para a vivência concreta do amor e, a partir de uma resposta
positiva a esse apelo, teremos um relacionamento maduro e amoroso com
Deus.

LEIA MAIS! CLICK AQUI!