ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

31 de dezembro de 2007

“Maria, Mãe de Deus E Rainha da Paz”

      A festa de "Maria, Mãe de Deus", que estamos celebrando, está dentro do contexto das celebrações natalinas, ou seja, refletir sobre a grandeza do mistério divino que se encarna para salvar toda a humanidade das suas corrupções e de seus pecados. Também o Papa Paulo VI colocou três motivos para celebrar este dia: o mistério da Maternidade divina, o início do ano civil e o dia mundial da paz.

      O início do ano civil: o ano de 2007 terminou e entrou para a história. Estamos iniciando, com muitos sonhos e desejos, o ano de 2008. Um convite especial é feito para olhar para 2007 com carinho e perceber que muitas coisas boas aconteceram; por isso é importante agradecer a Deus. Por outro lado, outras coisas e situações não boas aconteceram no nosso meio e outras ficaram no papel; por isso é importante pedir perdão a Cristo, pelas palavras, atos e omissões e assim fazer a reconciliação e iniciar 2008 com o coração reconciliado, com Deus, consigo mesmo, com os irmãos e com a natureza. E ainda uma prece especial para o ano de 2008 seja verdadeiramente abençoado e os nossos corações estejam abertos e disponíveis para iniciar o novo ano com o espírito renovado de acordo com os critérios do Evangelho.

      O Mistério da Maternidade Divina. O Evangelho propõe o texto chamado da Infância de Jesus (Lc 1-2). É a continuação da narrativa do seu nascimento. A Família de Nazaré recebe a visita dos Pastores (Lc 2,16) e eles "tendo-o visto, contaram o que lhe fora dito sobre o menino e todos ficaram maravilhados com aquilo que contavam" (Lc 2,17-18). Maria tem uma atitude profundamente espiritual: ela "guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração" (Lc 2,19). Os Pastores, por sua vez, tiveram uma atitude tipicamente missionária, pois proclamam a ação salvadora de Deus, manifestada com o nascimento de Jesus.

      O Livro dos Números fala que Moisés abençoou Araão e seus Filhos (Nm 6,22-27). Não é isto que queremos para o ano de 2008: uma benção especial? Esta benção poderia ser a luz do Evangelho. Benção significa duas palavras juntas: benedire, ou seja "dizer bem" o contrário desta palavra seria o "maledire", ou seja "falar mal > maldito, mal falado". Então quando dizemos bem ou falamos bem de alguém estamos resgatando aquilo que a pessoa tem de bom, de melhor... Quando falamos mal, estamos colocando o "espírito da pessoa pra baixo". No ano novo, não é isto que queremos para as pessoas: que elas sejam abençoadas, que estejam bem, bem com a sua auto estima e tudo mais? Por isso Moisés abençoou Aaraão dizendo: "o Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face e se compadeça de ti. O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a Paz!" (Nm 6,24-26).

      O Dia Mundial da Paz. No primeiro dia de 2008 celebramos a Paz. Toda a humanidade deseja a paz. Mas vemos o mundo em conflito, guerra, atentados.... Jesus disse: "bem-aventurados os que promevem a paz, porque serão chamos filhos de Deus" (Mt 5,9). O Papa bento XVI, propõe para o dia da paz um tema importante. Neste ano ele convida a refletir sobre: "Família humana, comunidade de Paz". E continua: "A primeira forma de comunhão entre as pessoas é a que o amor suscita entre um homem e uma mulher, decididos a construírem juntos uma nova família...". Assim comos os anjos, nós também somos os mensageiros e artífices da paz que nos propõe Jesus. Somos os agentes da Boa Notícia para as pessoas. Não é a Paz que queremos desejar para 2008? Então como você vai iniciá-lo? Que planos você tem? Contudo, diz o ditado popular: "ano novo vida nova". Seria importante, frente os desafios da vida, que o ano de 2008 seja realmente novo. Como? Dependerá de você e talvez de sua comunidade. Mas o importante será uma nova mentalidade, nova atitude, novo jeito, nova maneira de pensar e atuar, ou seja, uma vida totalmente renovada pelo Espírito Santo e renovada de acordo com os critérios do Evangelho. Talvez seria essa a grande novidade que Jesus nos deixou. Eis algumas sugestões para iniciar o ano de 2008. Mas, pense, medite e reflexione... sobre:

- um NOVO OLHAR sobre a sua casa, a sua cidade, o seu trabalho, a sua Paróquia, sobre a sua comunidade...

- um NOVO AMOR: com o pai, a esposa, os filhos, com os irmãos, o vizinho...

- um NOVO CORAÇAO, disposto a descobrir em tudo e em todos, a face de Deus e o rosto de Cristo que nos interpela nas diversas situações da vida...

- uma NOVA MANEIRA de tratar a natureza, tão sofrida nestes últimos anos...

- um OLHAR MISSIONÁRIO... A Igreja está vivendo um clima tipicamente missionário. O Documento de Aparecida insiste que "um autêntico caminho cristão preenche... projeta... habilita... contribui... incentiva... desperta... a respondabilidade dos leigos no mundo para construir o Reino de Deus (num. 280/d).

      Que Maria, a Mãe de Deus e Rainha da Paz nos ajude a semear a paz durante o ano de 2008, e que juntos em missão, possamos proporcionar aos nossos irmão e irmãs um mundo mais humano, harmônico, cheio de paz, mais fraterno... do evangelho e mais cristão. 



(enviado por frei João)