19 de junho de 2013

Juliana trouxe impresso em sua alma o semblante de Jesus



Juliana deixa o mundo,

só procura o que é do céu:

das que a Deus são consagradas,

pede a veste, cinge o véu.



Mal comia e mal dormia,

o seu corpo castigou;

penitente, as boas obras,

sem cessar multiplicou.



Pelo amor foi traspassada,

contemplando o Cristo e a cruz:

trouxe impresso em sua alma

o semblante de Jesus.



Glória ao Pai, o Deus supremo,

que é de tudo o Criador;

glória ao Filho, a ele igual,

ao Espírito de amor. Amém!

Seguidores

Google+ Followers

Viva Nossa Senhora!

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email