2 de setembro de 2010

Silêncio...

Ó silêncio, que de tão profundo é tão intenso

infinitamente grande, capaz de esconder em si coisas que o mundo julga não existir

silêncio, ó silêncio tão poderoso que faz pensar não viver que sabe que vive

silêncio... oceano de águas misteriosas onde o amor se faz tão ilusório quanto concreto, e tão utópico quanto real

silêncio, ó silêncio, então não és tu capaz de calar o que teima em pulsar? qual é o teu poder afinal? faz-te poderoso enfim, tu que és tão profundo!
 
(texto enviado por e-mail para o blog Somos Servos)

Seguidores

Google+ Followers

Viva Nossa Senhora!

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Follow by Email