ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

2 de maio de 2008

Amor Verdadeiro

"Ser feliz não é ter uma vida isenta de frustações, sem problemas ou mesmo dificuldades. É ser alegre mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos. É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque". Augusto Cury

De fato o autor tem razão. Muitas vezes queremos tudo da nossa maneira e na hora em que desejamos. E quando não conseguimos nos sentimos frustados e triste ou deprimidos. Nos envolvemos tanto nessas dificuldades imaginárias que não conseguimos sair delas, justamente porque não existem, são frutos da nossa imaginação. Não podemos lutar contra algo que na realidade não existe é perca de tempo. O tempo vai se passando e não valorizamos as coisas e as pessoas mais importantes da nossa história.

Temos o horrivel costume de sempre esperar dos outros algo que nem sempre podem nos dar. O ideal e não idelizarmos ou mesmo esperarmos nada das pessoas. quando damos, devemos dar por amor, quando amamos não devemos cobrar, pois se existe cobrança já não é amor. Essa visão errada de que quando nos doamos precisamos receber algo em troca é o motivo de muitas frustaçãoes, ninguém é obrigado a amar ninguém com exclusividade ou mesmo da maneira que nós julgamos ser a melhor, não existe uma regra que fale que se eu me doar por amor a alguém é preciso que esse alguém também se doe por mim ainda mais da mesma forma que eu, pois cada um é único, singular. Quando entendemos isso passamos a cobrar menos e a nos doar mais e passamos a ser mais felizes, até porque quanto mais se cobra o amor, menos nos o temos. Quando passamos a nos doar mais automaticamente sem o menor esforço somos amados, pois nasce o amor agapé esse amor puro e verdadeiro.