ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

24 de dezembro de 2007

Natal - Salvação

Hoje é véspera de Natal!
Dia de comemorar um ato sublime da caridade de Deus por cada um de nós.
Todos nos reunimos diante da lapinha de Belém para contemplar de perto como se vive a salvação que vem de Cristo. De modo simples e tão amplo que não podemos estar fora dela, a salvação nasce alí naquele lugar tão inesperado.
Hoje a lapinha é nosso coração, que da mesma forma é um lugar tão pequeno e inesperado. Quantas coisas vivemos durante nossas vidas, quantos sentimentos, quantas mudanças, quantos sorrisos, quantas lágrimas, tantas decisões! E tudo o que vivemos e sentimos serve para nos completar enquanto lapinha de Belém, para receber de modo simples e especial Aquele que, somente Ele, pode salvar o que há de melhor em nós.
Na noite de Natal, como em todas as ocasiões de nossas vidas, precisamos deixar a salvação florescer em nosso peito, como um encanto que não tem fim, viver somente Jesus que é o Alfa e o Ômega. A salvação acontece em nossas vidas quando entendemos que Jesus é o princípio e o fim, e que nós estamos totalmente inseridos em seu projeto de vida eterna, nossa vida está dentro de Jesus, somos parte Dele, somos Dele, assim como Ele está dentro de nós. A partir de Jesus vivemos um projeto tão misterioso quanto perfeito de amor eterno.
Precisamos ser firmes ao dizer: VEM SENHOR JESUS, VEM NOS SALVAR! VEM SENHOR JESUS, NÃO DEMORES MAIS! Mesmo quando as vezes a vinda do Senhor parece ser algo que não suportamos, pois os mistérios divinos são assim, fortes como um enorme trovão e as vezes chegam a estremecer nossas frágeis vidas.
Hoje é dia de ofertar para o Messias os presentes que preparamos durante todo o ano que passou! Você já pensou no que vai levar? Leve o mais profundo do seu ser! Leve pra lapinha o que há de melhor dentro de você. E o que há de melhor dentro de nós além do próprio Jesus, que nos inspirta, fortalece e conhece por inteiro?
Paz irmãos!
E um Feliz Natal, sempre na presença do Rei, que um dia retornará para nos resgatar para uma vida eterna onde nunca mais haverá trevas, e somenta a luz reinará absoluta!