ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

2 de novembro de 2007

Jesus e o projeto do Reino, consumado na Eucaristia

Jesus e o projeto do Reino, consumado na Eucaristia

Reino

  • Projeto de amor de Deus Pai
  • Sonho de Deus: Novo céu, nova terra
  • Fonte de vida, de libertação para Israel;
  • Deus cria o homem e a mulher para que vivam
  • Expressão do amor de Deus
  • Vivência do mandamento do amor
  • O pecado é a negação da vida querida por Deus
  • Os rostos de nossos irmãos nos interpelam por Justiça, Paz, Solidariedade, Fraternidade
  • A mudança de época nos apresenta desafios
  • Vivenciamos um tempo de pluralismo e de emergência de subjetividade
  • Sofremos o impacto da globalização, da hegemonia do fator econômico e técnico-científico
  • Busca de transcendência
  • Crise da família
  • O desafio da cultura urbana
  • O exercício do poder
  • A Igreja questionada
  • Nesta realidade que vivemos a fé: contemplar a Jesus e assumir a missão

Jesus

  • Mt 16, 13 a 20 Messias, Filho de Deus
  • Cristo (500 vezes); Senhor (350); Filho do Homem (80), Filho de Deus (75); Filho de Davi (20) e outros
  • Jo 8,42 Enviado do pai
  • 1 Tm 2,5 Mediador
  • 1Jo 2,6 / Mt 7,21-23
  • Verdadeiramente Deus e verdadeiramente homem: Rosto divino do homem, rosto humano de Deus
  • É a mensagem de Deus para nós
  • Vida nova do Pai
  • Revelador do reino de seu Pai
  • Ele nos revela que o mistério pascal é a fonte da vida nova
  • Por isso precisamos encontrar o Ressuscitado para uma vida digna e feliz
  • em relação com Deus (diante de uma vida sem sentido, Jesus nos apresenta a vida da Trindade; diante da idolatria dos bens terrenos, Jesus nos apresenta a vida em Deus como valor supremo)
  • em relação com os demais (diante do individualismo, Jesus convoca a viver e caminhar juntos; diante da exclusão, Jesus defende os direitos dos mais fracos e a vida digna de todo ser humano)
  • em relação com o mundo (diante das estruturas de morte, Jesus nos apresenta seu reino de vida; diante da natureza ameaçada, Jesus convoca a cuidar da terra)
  • em relação consigo mesmo (diante da despersonalização, Jesus convoca a construir identidades integradas; diante do subjetivismo hedonista, Jesus propõe entregar a vida para ganhá-la)

Igreja

  • Origem na Trindade – Imagem da Trindade
  • Gestada na história – Noé, Abraão, Moisés, Profetas
  • Nascida na encarnação – instituída por Cristo Mt 16,18
  • Adulta no agora – manifestada pelo Espírito
  • Consumada na eterna glória
  • Sacramento do Reino de vida, em constante renovação
  • À escuta da palavra, como discípula e mensageira da palavra
  • À serviço do Reino
  • Como povo de Deus, atualiza a missão de Jesus Cristo
  • Renova-se constantemente no diálogo com o mundo
  • Povo de Deus em comunhão de discípulos e discípulas
  • Povo de Deus em participação numa comunidade de fé
  • Povo de Deus em missão
  • Mantendo a unidade na diversidade
  • Espaço da celebração da vida

Eucaristia

  • Núcleo da vida cristã
  • Sacrifício – Jesus é vítima imolada; Sumo sacerdote da nova e definitiva aliança
  • Sacramento – penhor de vida eterna
  • Na eucaristia aprendemos a ser discípulos e missionários a serviço do reino
  • A experiência do amor de Deus desperta o ardor missionário, nos dá confiança e audácia

Exigências do Reino: Fé e Vida

  • Solidariedade na vida social
  • Superação do individualismo
  • Atitude de acolhida
  • Disposição ao serviço
  • Criatividade e renovação
  • Opção permanente pelos mais pobres
  • Diretrizes da Igreja do Brasil acentuam: Serviço, diálogo, anúncio, testemunho de comunhão fraterna / Promoção da dignidade humana, renovação da comunidade de fé e participação na construção de uma sociedade solidária / Plano nacional de evangelização: Queremos ver Jesus: caminho, verdade e vida
  • V Conferência diante dos problemas sociais (fome e desemprego, violência contra os jovens, crianças, fetos), políticos (a corrupção, nacionalismos, que revelam a fragilidade da democracia), religiosos (pluralismo religioso, seitas, evasão de católicos não evangelizados e evangelizadores)
  • Implica construção do reino no âmbito pessoal, familiar, eclesial, social
  • Formação integral, permanente e kerygmática dos discípulos e missionários (a formação presbiteral, catequese, pedagogia pastoral)

Conclusão:

Devemos ser uma Igreja interpelada por Jesus, enviada por ele ao mundo como caminho de justiça e de amor