ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

7 de novembro de 2007

Esperar no Senhor

Esperar no Senhor!

Você já parou para contemplar a beleza e a fragilidade de uma rosa? Ao mesmo tempo que é belíssima é também fragilíssima! Tem rosa de todas as cores e tamanhos, mas todas são belas e frágeis ao mesmo tempo. Precisam de cuidado especial, nem muita e nem pouca água, precisam de poda, e o mais importante, precisam estar na roseira para que sua beleza seja contemplada da forma mais sublime. Seria lindo colher todas as rosas e colocá-las dentro das nossas casas! Imagine só, rosas de todas as cores e tamanhos e por todos os ambientes da nossa casa! Sem dúvida seria muito agradável e bonito de ver! Porém, se a rosa é separada da roseira ela morre, ficar murcha, perde a cor e o viço, ou seja, ela não seria mais a rosa e não mais serviria para ser contemplada. Não podemos observar numa rosa separada da roseira o semblante do Criador que com tanto amor a criou e a fez tão alegre no meio de nós!

Meus irmãos, assim como uma rosa são todas as criaturas de Deus! Todas! Inclusive aqueles que julgamos mais amados em nossas vidas! Todos temos nossa beleza e fragilidade! As pessoas são como rosas que embelezam e enchem de alegria com sua cor e perfume nossa repentina vida. Não muito raro nós desejamos que o outro fosse como nós gostaríamos que fosse, que fosse como nós acreditamos que nos faria feliz. Mas não é assim que é. Não é assim que Deus realiza sua obra no meio de nós. Como cada rosa tem sua cor e seu tamanho no jardim, cada um de nós tem sua vida e sua plenitude diante Daquele que nos criou. Não dá para sairmos colhendo as rosas do jardim de Deus só para que elas possam enfeitar e alegrar nossa sala por um tempo, pois nós não fomos feitos para uma vida breve e nem para contemplar com brevidade o perfume das rosas, mas nós fomos criados para plenitude da vida eterna. Algumas vezes quando nós insistimos em colher as rosas que devem permanecer na roseira, nós acabamos nos machucando nos espinhos, e ainda reclamamos achando que tínhamos o direito de ir até o jardim e sem respeito algum colher o que não foi criado para murchar!

Não falo aqui de desistir de colher as belezas que Deus tem plantado para nós, isso não é característica do cristão, o cristão verdadeiro é audacioso e sempre busca o belo de Deus para sua vida! O que falo querido irmão é de saber quando a rosa não está ao nosso alcance, falo de não ficar se arranhando nos espinhos em vão, falo de saber onde começa a nossa vontade e não a vontade de Deus! Nem sempre desistir de apanhar uma rosa é uma tarefa fácil, ainda mais quando já nos arranhamos tanto! Mas se Deus a fez para ficar na roseira, a nós cabe apenas esperar no Senhor, que é a nossa força e o caminho pelo qual seguimos.

Paz irmãos! E que a alegria do Senhor seja sempre a nossa força!