ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

23 de agosto de 2007

Profecia de Simeão

Quando se completaram os dias para a purificação deles segundo a lei de Moisés, levaram o menino a Jerusalém a fim de apresentálo ao Senhor...e Havia em Jerusalém um homem chamado Simeão que era justo e piedoso..Simeão os abençoou e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino está destinado a ser ocasião de queda e elevação de muitos em Israel e sinal de contradição. Quanto a ti, uma espada te transpassará a alma (Lc 2,22.25a.34-35).

Reflexão

Jesus, segundo Simeão, haveria de ser um sinal de contradição. De fato, para alguns, isto é, para os que o rejeitaram e o levaram à cruz, foi motivo de queda e de condenação; para outros, isto é, para os que o aceitaram e acreditaram nele, foi motivo de soerguimento e de salvação.

E Maria viveu tudo isso junto com Jesus. Acompanhou-o na vida de família e na vida pública. Participou de suas alegrias e tristezas, mas principalmente do seu sofrimento, quando o viu rejeitado pelos seus e levado à cruz e a morte. Tudo isso foi como uma espada a lhe traspassar a alma.

Pensemos nas mães dos dias de hoje que têm seus filhos levados à morte, vítimas das guerras, da fome e da violência. A espada continua a traspassar o coração da humanidade. O homem e a mulher foram feitos para ter vida e vida em abundância e não para morrer, vítimas da "espada" da violência, da fome e da ganância.

1 Pai Nosso; 7 Ave Marias

Nossa Senhora das Dores...Rogai por nós

Oração:
Deus nosso Pai, pelas palavras de Simeão, predissestes uma vida de sofrimento para a mãe do vosso Filho. Concedei, vos pedimos que, a exemplo da mesma Virgem Maria, cujo coração foi traspassado pela espada da dor, saibamos enfrentar os sofrimentos desta vida e ser solidários com os sofrimentos desta vida e ser solidários com os sofrimentos dos irmãos. Por Cristo nosso Senhor. Amém!