ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

4 de agosto de 2007

A missão do servo de Javé

Mt 12, 15-21

Meus irmãos, através da Eucaristia comungamos o Corpo e o Sangue de Jesus, sendo assim, levamos por toda parte o sinal da salvação dentro de nós!

Sempre que lemos o Evangelho nos deparamos com numerosas multidões que seguiam Jesus por onde Ele ia, algumas vezes Jesus subia na barca e se afastava para o meio do lago, mas aquelas pessoas não se cansavam, pelo contrário, se antecipavam para chegar do outro lado do lago antes de Jesus e assim poder recepcioná-lo e receber Dele as curas que precisavam. O interessante é que mesmo depois de já ter curado muitas pessoas, fato que poderia fazer Jesus se sentir cansado, Ele sempre estava disponível a realizar mais curas, sempre disponível a realizar a vontade de Deus na vida do irmão.

Jesus é o ser supremo que o Pai enviou até nós, Ele conhece por inteiro todo aquele busca seus favores, ou seja, somos um livro aberto na presença santa do Senhor! E mesmo assim meus irmãos, Jesus jamais negaria um favor a mim ou a você, pois Ele não olha pra nós com os olhos do mundo, mas com os olhos do Pai.

Diz esse trecho do Evangelho que Jesus não esmagará a cana rachada nem apagará o pavio que ainda fumega.

E por que nós não conseguimos seguir o exemplo do Mestre? Por que nosso prazer é apagar o pavio quando ele já está quase apagado? Por que tantas vezes optamos por quebrar a cana que já rachou? Por que usamos o amor de Deus para nos sentir seres privilegiados e em nome desse privilégio cometer tantas barbaridades? Por que em nome Deus nós matamos e ferimos tantas almas ao nosso redor? Que direito temos nós de querer fazer os favores que somente a Deus compete realizar?

Entristece-me meus queridos ver o povo sofrendo nas ruas, ler os jornais e ver a fotografia de jovens cujo o deus são as drogas, ver famílias totalmente dilaceradas pelo adultério e pela violência, quando me deparo com essa realidade posso perceber o quanto ainda somos contrários a todos os favores que Deus ainda quer realizar no meio de nós.

Quanto sangue Jesus ainda tem que derramar por nós? O que nós ainda precisamos viver e presenciar para sermos convencidos de que estamos caminhando para o lado oposto?

É necessário que a partir de hoje nos comportemos como instrumentos de Deus, como servos que diante de nada perdem o foco de sua missão. Precisamos exercitar a humildade, a mansidão, o perdão, a misericórida, a compreensão, e dessa forma viveremos o amor.

Senhor Jesus, Rei dos reis, Senhor do universo, tem piedade de nós Filho de Davi! Tantas vezes nos perdemos Senhor, abraçamos o mundo e abandonamos a Ti! Faz-nos Senhor, servos fiéis como Tu. Põe Tua mão que cura sobre a ferida do desamor que insiste em doer em nós. Dá-nos um coração igual ao Teu Senhor, manso, humilde, obediente, misericordioso e aberto aos planos do Pai do céu. Amém.

A Paz de Cristo queridos irmãos! E que a Virgem Mãe inteceda por nós!