ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

3 de agosto de 2007

Dia do Padre

4 de Agosto

Um grande homem existe, simples e amigo de todos, tantas vezes esquecido e desprezado.

Mais que os anjos em poder e dignidade, é um homem extraordinário, pela grandeza de sua dedicação a Deus e a seus irmãos.

Sendo como os outros, tem o poder divino em suas mãos, com as quais nos pode abrir as portas do céu.

Moço ainda a Igreja confere-lhe o título de presbítero, porque pensa, age com prudência e aconselha como velho. Quando idoso, recita ainda diariamente: "Irei ao altar de Deus, do Deus que alegra a minha juventude", pois que tem o espírito sempre jovem e o coração a transbordar alegrias joviais.

Sábio nas coisas de Deus, orienta e dirige as consciências, como verdadeira luz que é das almas.
E sendo sábio e culto pelos estudos que tem, se faz simples como as crianças e se faz tudo para todos, a fim de ganhá-los para o reino dos céus.

Pobre, enriquece-se da sabedoria divina, das graças e dons celestes, dos quais ele é o legítimo dispensador. Rico assim de ciência e santidade, torna-se pobre com os pobrezinhos, chora com os que choram e sofre com os que sofrem. Forte e firme, levanta-se poderoso para defender os direitos de Deus e da Igreja.

Nem sempre o reconhecemos como se deve, nem o veneramos como merece. É o homem de Deus e o amigo dos Homens: O Sacerdote.