ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

23 de agosto de 2007

Coroa de Nossa Senhora das Dores

I - ORIGEM

A celebração da COROA e da MISSA em honra de NOSSA SENHORA DAS DORES, cuja festa celebra-se em toda a Igreja em 15 de setembro, começou na Itália em 1617, por iniciativa da Ordem dos Servos de Maria.

A Coroa é um dos frutos do carisma mariano da Ordem dos Servos de Maria, cultivado desde 1233, quando foi iniciada pelos Sete Santos Fundadores, cuja festa celebra-se em 17 de fevereiro.

Essa prática de piedade surgiu inicialmente como alimento da piedade mariana dos grupos leigos da Ordem Secular Servita (OSSM), que se formaram junto às igrejas e conventos da Ordem.
Ela sempre teve a aprovação dos papas, mais foi Leão XIII que concedeu aos frades e leigos da Ordem Secular Servita (OSSM) a faculdade de escolher entre a recitação do Rosário ou da Coroa, conforme as circunstâncias litúrgicas e religiosas.

II - SIGNIFICADO

A Coroa de Nossa Senhora das Dores é uma oração apropriada para a nossa realidade brasileira, onde dor e sofrimento são o pão de cada dia de tantos irmãos e irmãs. Os sofrimentos de Cristo e de Maria prolongam-se na vida dos que sofrem e lutam pela justiça e pela libertação. Inspirando-se em Maria, cada um de nós saberá carregar a sua cruz e colocar-se aos pés das infinitas cruzes da humanidade, onde Cristo continua sendo crucificado nos irmãos.

III - REZANDO A COROA...

INTRODUÇÃO

D- Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
R- Amém!
D- Nós vos louvamos, Senhor, e vos bendizemos!
R- Porque associastes a Virgem Maria à obra da salvação.
D- Nós contemplamos vossas Dores, ó mãe de Deus!
R- E vos seguimos no caminho da fé!