ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

12 de junho de 2007

Parábola da caixinha


Um granjeiro pediu certa vez a um sábio que o ajudasse a melhorar sua granja, que tinha baixo rendimento. O sábio escreveu algo em um pedaço de papel, o qual foi colocado numa caixa. Ao entregá-lo ao granjeiro, disse:
- Leva esta caixa por todos os lados de sua granja, três vezes ao dia, durante um ano.
Assim fez o granjeiro. Pela manhã, ao ir ao campo, levando a caixa consigo, encontrou um empregado dormindo, quando este deveria estar trabalhando. Acordou-o e chamou sua atenção. Ao meio-dia, quando foi ao estábulo, encontrou o gado sujo e os cavalos ainda sem sua alimentação.
E à noite, indo à cozinha com a caixa, deu-se conta de que o cozinheiro estava desperdiçando os alimentos. A partir daí. Todos os dias, ao percorrer sua granja de um lado para outro com seu amuleto, encontrava coisas que deveriam ser corrigidas.
Ao final do ano voltou a encontrar o sábio e lhe disse:
- Deixe esta caixa comigo por mais um ano. Minha granja melhorou o rendimento que estou com o amuleto.
O sábio riu e, abrindo a caixa, disse:
- Podes ter este amuleto pelo resto da sua vida.
- No papel havia escrito a seguinte frase: “Se queres que as coisas melhorem, deves acompanhá-las de perto constantemente”.

Essa história retrata bem como nós gostamos de fantasias....
Muitas vezes ficamos esperando esse amuleto, uma fórmula mágica que nós leve a felicidade.
Porém a formula nós já sabemos :

Jesus, "Eu sou o caminho a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim" (Jo 16-6).

Não precisamos mais procurar esse amuleto!
Até porque ele não existe. Não esse amuleto que criamos.
Mas nós temos algo melhor!!!!

O ESPÍRITO SANTO DE DEUS!!!

Com ele nós reconhecemos a grandeza do Pai e encontramos força para enfrentarmos as dificuldades do dia-a-dia que sempre vão existir.


A regra básica é "ama a teu próximo como a ti mesmo" (Cf. Mt 22,34-40) e assim somente assim consiguirás ver quão linda pode ser a alma do ser humano.


Como fala no final da historinha temos que acompanhar de perto as coisas da nossa vida: trabalho, serviços, relacioanmentos em geral, enfim aquilo que nos dispomos a fazer. Temos que fazer com amor e doação para que tenhamos projetos bem sucedidos.


Em certas fases, é preciso matar a cada dia um leão; em outras, estamos num óasis. Não há receitas a não ser abertura, sinceridade, humildade. Além do amor naturalmente que poucos se permitem sentir, como também a alegria.


E esse amor e essa alegria só podem se fazer de forma completa em nosso ser através de JESUS!!!!!!!!