ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

12 de junho de 2007

Chamado do Papa para adoração

CIDADE DO VATICANO, domingo, 10 de junho de 2007 (ZENIT.org).
Em meio ao barulho próprio das sociedades contemporâneas, Bento XVI lançou neste domingo, dia em que muitos países comemoram a solenidade do Corpo e Sangue de Jesus (Corpus Christi), um convite a redescobrir o silêncio do coração através da adoração da Eucaristia.«Na vida de hoje, com freqüência barulhenta e dispersiva, é mais importante que nunca recuperar a capacidade de silêncio interior e de recolhimento», afirmou.«A adoração eucarística permite fazê-lo não somente em torno do 'eu', mas em companhia desse 'Tu' repleto de amor, que é Jesus Cristo, o 'Deus que está perto de nós'.

Seu convite ressoou na Praça de São Pedro, no Vaticano, entre os milhares de peregrinos que se haviam congregado ao meio-dia para rezar com ele a oração mariana do Ângelus.A adoração do sacramento da Eucaristia «fora da santa missa continua e intensifica o que já aconteceu na celebração litúrgica, e torna possível uma acolhida verdadeira e profunda de Cristo», explicou o bispo de Roma. Por este motivo, ele aproveitou a oportunidade para «recomendar encarecidamente aos pastores e a todos os fiéis a prática da adoração eucarística».«Expresso minha estima pelos institutos de vida consagrada, assim como pelas associações e confraternidades que se dedicam a ela de forma especial: recordam a todos a centralidade de Cristo em nossa vida pessoal e eclesial», reconheceu.

O sucessor de Pedro confessou sua alegria ao constatar que «muitos jovens estão descobrindo a beleza da adoração, tanto pessoal como comunitária».Ao mesmo tempo, convidou «os sacerdotes a estimular os grupos juvenis a esta prática, mas também a que os acompanhem, para que as formas da adoração comunitária sejam sempre apropriadas e dignas, com adequados momentos de silêncio e de escuta da palavra de Deus»