ZENIT - O mundo visto de Roma

Fides News Português

Gaudiumpress Feed

10 de junho de 2007

Armadura Espiritual para família


Quero hoje, falar da família, dom de Deus, instrumento de salvação. Nada mais urgente do que falar da família, protegê-la contra as armadilhas do mundo pós-moderno. A família é a imagem da Santíssima Trindade, local de excelência onde o poder criador e gerador de Deus se apresentam. Vou usar como base um livro escrito por Dom Cipriano Chagas, OSB – fundador da Comunidade Emanuel.


Lembro-me como hoje do curso de noivo que Eu e Fabiana participamos antes do nosso casamento, nos foi mostrado uma vídeo aonde um casal ia vivenciando pequenos problemas tipo, tampa do vaso sanitário aberta, toalha molhada na cama, cremes de mais antes de dormir, no vídeo cada vez que o casal descobria essas coisinhas era como se construíssem um muro no meio da casa dividindo o casal, até o ponto de deixarem de se falar e de pensar que tinham tomado a decisão errada.



Uma boa família não é aquela que não tem problemas, mas aquela que enfrenta os problemas. Precisamos de uma armadura, ou seja, de algo que envolva a família e a proteja, lembre-se do que é uma armadura, aquelas roupas de ferro ou couro bem duro para que os guerreiros medievais pudessem lutar, um capacete, um escudo e também uma arma forte, pois, “a nossa luta, de fato, não é contra homens de carne e osso, mas contra os principados e as autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra os espíritos do mal, que habitam as regiões celestes.” (Efe. 6,12)


Primeira peça da nossa armadura: “Desejar e criar um lar de amor, a família deve encontrar em Deus a sua segurança e confiar que Ele vela sobre cada família com grande e terno interesse, e dá seu próprio amor de Pai a todo pai e mãe que deseje ser ministro de seu santo propósito.”


Segunda peça da nossa armadura: O Perdão. É obvio os efeitos do perdão sobre a saúde mental, espiritual e física das pessoas. “Assim, na família, o perdão deve ser constante entre marido e mulher, entre pais e filhos. Todas as noites deve haver um sincero: “Perdoai as nossas ofensas, assim como perdoamos aqueles que nos têm ofendido.” O perdão destrói os muros construídos entre os casais.


Terceira peça da nossa armadura: uma Intercessão poderosa. Todo pai e toda mãe é sabedor da importância de vigiar os filhos, vigiar no sentido de se por em atenção, fazendo a prevenção ante um eminente perigo. Quantos perigos no mundo de hoje, por isso os pais não podem deixar de suplicar a Deus pelos seus filhos, pois possuem o poder para isso, não só suplicar proteção mais consagrar os filhos no sangue de Jesus. O mundo precisa de pais que estejam diante do Cordeiro pedindo pelos seus filhos.


Quero lançar um desafio, aqui na minha casa estamos rezando a novena de são José todo os sábados, venha participar conosco, ou melhor crie a sua novena em prol das famílias, se o seu marido não reza, reze só, se seus pais não rezam, reze você por eles, vamos cada um de nós fazer a nossa parte.